quinta-feira, 23 de julho de 2009

Shrek, a verdade por trás da fantasia.

Shrek, personagem de desenho animado que é sucesso em todo o mundo, realmente existiu e foi criado à partir da máscara mortuária do francês Maurice Tillet.

Poeta e ator, Tillet nasceu em 1903. Muito inteligente, falava 14 idiomas. Na adolescência, contraiu uma rara doença, chamada acromegalia, que causa a desfiguração de partes do corpo.

Porém, a transformação para quase um ‘monstro’ não lhe abalou. Ele imigrou para os Estados Unidos e virou um profissional em Luta Livre sob a alcunha de ‘Assustador Ogre do Ringue’.

Lutou até o fim de sua vida, quando morreu de um ataque cardíaco em 1954, com 51 anos. Tirando a semelhança física, podemos perceber claramente a semelhança de perfil psicológico entre o desenho e Maurice. Um feliz encontro entre a fantasia e a realidade.

Pouco antes de sua morte, seu amigo e parceiro de partidas de xadrez, Bobby Managain, perguntou se poderia fazer uma máscara mortuária dele. Tillet permitiu e Managain fez cópias de gesso da cabeça do amigo.

Uma das cópias, está em Iowa, mais especificamente no Museu Internacional de Luta Livre. A outra foi parar na Pensilvânia, no York Barbell Hall of Fame, com o intuito de mostrar os primórdios das formas da luta livre moderna e do halterofilismo, sendo esta a réplica que serviu de base para a criação do famoso ogro verde.